Fale conosco

O que vc está procurando?

TodaTeen

Beleza

Como o estresse pode afetar os cabelos? Entenda!

Crédito: Shutterstock

Hoje, 23 de setembro, é o Dia Mundial do Combate ao Estresse. E sabe quando a gente fala que está “perdendo os cabelos” de tão irritada ou ansiosa? Pois é, essa expressão pode ser mais real do que você imagina.

Segundo a farmacêutica Aline Sampaio, o estresse pode ser causado por vários fatores, como a falta de vitaminas, excesso de estudo ou medo, por exemplo. Problemas como depressão, transtornos alimentares e insônia também estão muito ligadas ao estresse.

Alguns dos sintomas mais comuns incluem dor de cabeça, desordens do sono, dificuldade de concentração, temperamento explosivo, estômago perturbado e moral baixo. Já deu pra perceber que isso pode afetar demais o nosso corpo, né?

É aí que apontamos a queda capilar, que pode ser causada por diversos fatores e um deles é o estresse. Por isso, a TodaTeen conversou com a dermatologista Luciana Passoni, para entender como combater a perda dos fios.

O estresse nos cabelos

Quando passamos por uma situação de estresse, o organismo libera o cortisol, em conjunto com outros hormônios. São nessas horas que o corpo busca se proteger de algo que esteja causando desconforto.

No entanto, a constante liberação desses hormônios afeta o organismo, que não consegue mais controlar o nível de substâncias químicas no sangue. Assim como afeta várias outras partes do corpo, o estresse acaba afetando o couro cabeludo também.

Saiba quando é a hora para se preocupar

A gente sabe que o cabelo perde fios todos os dias, uma média de 50 a 100 fios. Mas quando você percebe que a queda está sendo excessiva é bom se atentar. “O problema mais comum, que facilita identificar a relação da queda dos fios com o estresse é o eflúvio telógeno, uma perda difusa de cabelos”, explica Luciana.

É como se os fios passassem por três fases: crescimento, regressão e preparação para queda. A maior parte do cabelo está em crescimento, porém, com a alteração hormonal promovida pelo estresse, os folículos antecipam o estágio telógeno, ou seja, de queda.

“Apesar de a condição afetar todo o couro cabeludo, poderá ocasionar a queda de cabelo concentrada em certos lugares, sendo mais perceptível”, pontua.

Como diminuir a queda?

Sabemos o quão assustador é sentir os fios caindo o tempo todo ou ver aquele tufo de cabelo na hora do banho, mas pode ficar tranquila. A queda capilar é reversível, mas para combater o problema é fundamental que você procure um profissional para orientar o tratamento adequado.

Outro ponto para ficar ligada é na prevenção contra a perda dos fios, que também tem que fazer parte da rotina. “Hidratação, nutrição, proteção térmica ao secar, umectação noturna são algumas práticas essenciais para manter a beleza e a saúde dos fios”, indica Luciana.

Além disso, a dermato ressalta: seu cabelo reflete sua saúde e seu bem-estar. “As situações de estresse são impossíveis de evitar, mas dá para ter o controle sobre como reagir a elas e se manter no comando da situação”, conta.

Algumas mudanças no estilo de vida podem ajudar os cabelos. No embalo, Luciana detalhou dicas de cuidados para praticar ao apresentarmos uma queda acentuada motivada pelo estresse. Confira!

  • Planeje uma alimentação balanceada: quando não há alimentação saudável, os cabelos sofrem com a deficiência de nutrientes. Ingerir alimentos ricos em vitaminas do complexo B, por exemplo, ajuda a manter os fios saudáveis. Eles auxiliam o sistema imunológico e promovem a regeneração celular, incluindo o crescimento dos cabelos. São fontes destas vitaminas: ovos, peixes, leite e seus derivados, castanhas, abacate e vegetais verdes (brócolis, couve, espinafre, rúcula).
  • Melhorar a qualidade e quantidade de sono: poucas horas de sono deixam o indivíduo mais vulnerável a cometer erros, que causarão estresse. O repouso noturno é essencial para a aparência não só da pele, mas dos cabelos, também! O hábito de dormir pouco pode causar a queda aguda dos fios, uma vez que essa deficiência afeta o sistema imunológico e o aumento do hormônio cortisol (a privação das horas adequadas de sono leva ao aumento do estresse), que está ligado à saúde da pele e consequentemente do couro cabeludo.   
  • Entre em contato com a natureza: estar perto da mesma diminui os níveis de substâncias relacionadas ao estresse, melhorando a saúde mental, reduzindo a tensão e a ansiedade.
  • Líquidos são obrigatórios: tome bastante água! Não esqueça de se hidratar; 
  • Se mexer faz muito bem: exercícios físicos podem gerar efeitos positivos no estado de humor do indivíduo, proporcionando um melhor bem-estar psicológico.

Combinação de Signos

Confira a combinação de signos para todos do zodíaco

Descubra quais signos combinam no amor, sexo, trabalho e amizade. Faça quantas combinações desejar e compartilhe!

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.